X

Como entender o que faz um Consultor de Marketing Digital

Quando iniciei nesse campo da comunicação digital nunca imaginei que teria mais dificuldade em fazer as pessoas entenderem o que eu faço do que realmente realizar minhas atividades. Num primeiro momento, quando digo que trabalho com marketing digital, vejo no semblante de alguns dos meus interlocutores aquela cara de “ah é”… Quando falo então que faço consultoria nessa área ou sobre Inboud marketing, ai a cara de paisagem é notória.

Mas tudo bem. Essa é uma área relativamente nova, que vem ganhando espaço e mais força nos últimos três anos.

Bom, e o que realmente faz um Consultor de Marketing? Ou, onde suas ações são tangíveis em meus negócios, como me perguntou outro dia um empresário muito bem sucedido aqui no interior de São Paulo, no setor de confecção.

E a dúvida não é só de clientes, mas também de parceiros e até fornecedores quanto às atividades de um Consultor de Marketing Digital. Então resolvi escrever esse post com o objetivo explicar um pouco sobre o papel desse profissional, ao mesmo tempo em que quero lançar uma luz aos gestores no entendimento dessa nova área, que se torna cada vez mais importante no dia a dia das empresas.

Claudio Torres, autor do livro “A Bíblia do Marketing Digital”, assinala que Marketing Digital é o conjunto de estratégias de Marketing para atingir objetivos de uma pessoa, marca ou organização, aplicadas à Internet e demais meios digitais.

Nesse ponto é onde eu não me canso de dizer: Marketing é Marketing, o que muda são as plataformas, ou seja, não existe diferenciação entre off-line e online, a estratégia é sempre única. Mas, sempre tem um, mas… Deixando de lado o academicismo e sendo prático, é claro que existem diferenças entre os dois mundos, principalmente quanto às ferramentas e plataformas disponíveis. O Consultor de Marketing trabalha em sinergia com vários fornecedores, como as agências de comunicação integrada, agências digitais, agências de SEO e de links patrocinados, assessores, relações públicas, agência produtora de conteúdo para WEB, enfim atua com vários profissionais debaixo do “guarda-chuvas”.

Para se ter uma noção dos dados interessantes sobre o Mercado do Marketing Digital, de acordo com a ComScore, em 2012:

• Existem 250,8 milhões de telefones celulares ativos no Brasil
• 52 milhões de aparelhos com conexão 3G
• 82,4 milhões de pessoas acessam a Internet regularmente no país
• 97% dos usuários brasileiros de Internet estão em pelo menos uma rede social
• 79% das compras de bens de consumo na América Latina são influenciadas pelas redes sociais

E óbvio, as empresas querem usufruir dessas oportunidades. Mais do que isso, querem acompanhar a virtualização/digitalização do relacionamento e da comunicação com o consumidor, para que não fiquem paradas no tempo e prejudicadas, perdendo campo para a concorrência. Então, voilà, aqui entra a Consultoria em Marketing Digital, que deve auxiliar esse processo!

O consultor é um profissional que diagnostica uma determina situação com base em dados para que, na sequência, possa transforma-los em informação que servirão de alicerce para a formulação de estratégias. A Consultoria em Marketing Digital é um serviço de apoio à empresa e suas lideranças, para auxiliar a organização a definir a melhor alternativa de ação num ambiente repleto de incertezas, riscos e competição.

O papel do consultor:

• Deve trabalhar em favor da empresa, nunca dos serviços que tem a oferecer;
• Um consultor vende inteligência e expertise;
• É importantíssimo que um consultor conte com uma metodologia de trabalho e tenha foco em resultado;
• Precisa contar com uma rede de parceiros, porém ser independente o suficiente para atuar com a equipe e rede de parceiros do seu cliente, se necessário;
• Um Consultor de Marketing Digital pode – e deve – se envolver em questões do Marketing Estratégico e “offline”.

Problemas comuns que normalmente são diagnosticados:

• Os produtos da empresa nunca são encontrados em buscadores, como Google ou Bing;
• O site da empresa está defasado e nunca gerou qualquer venda ou contato para a equipe comercial;
• Apesar de os produtos que a empresa vende serem extremamente populares, os consumidores não encontram canais oficiais da marca em nenhuma mídia social;
• Quase ninguém lembra e pouco se fala sobre a empresa na Internet, mas existem críticas em canais interativos como o “Reclame Aqui” e ninguém sabe ao certo como lidar com isso;
• O diretor quer divulgação maciça na Internet, mas o Departamento de Marketing não sabe direito por onde começar.

Esse cenário é muito comum e todos nós conhecemos alguma empresa nessa situação. Nesse ponto cabe ao consultor confirmar o cenário e diagnosticar a causa de todos esses problemas e de outros que até então estavam desconhecidos, através de análises. Mas tem um detalhe importante: esse diagnóstico não pode ser fruto de “achômetro” e deve estar pautado em informações e dados confiáveis.

As estratégias para solucionar os problemas:

E para todo mal, há cura! Com uma série de possibilidades o consultor pode resolver os problemas listados acima! Talvez esse seja o principal papel do consultor de marketing digital, que deve avaliar a empresa (lideranças, processos, profissionais, fluxo de informação, orçamento, estrutura, etc.) e também o mercado (concorrentes, público alvo, pontos críticos, oportunidades e ameaças) para sugerir estratégias e traçar planos de atuação na Internet, em mídias sociais e em dispositivos mobile (celular e tablets).

Não existe uma receita mágica. Usando o jargão popular, “cada caso, é um caso!”

Um Consultor de Marketing Digital é, além de conselheiro, agente de mudanças nas organizações. Deve orientar a empresa sobre a melhor maneira de investir, com objetivo de economizar e investir bem. Em termos gerais, a atuação e os serviços de um Consultor de Marketing Digital podem ser extremamente verticais ou mais abrangentes e horizontais.

Serviços que podem ser prestados

• Planejamento web (sites, hotsites, plataformas interativas, etc.);
• Planejamento para e-commerce e social commerce;
• Planejamento para Mídias Sociais;
• Estratégia de Conteúdo;
• Estratégia de Mensuração e Gestão de Métricas de Resultado;
• Estratégias de Marketing de Busca e Otimização (SEO, SEM, etc.);
• Marketing Interativo;
• Marketing Viral;
• Planejamento de Mídia Digital;
• Planejamento de Comunicação Digital;
• Estratégia de Monitoramento em Mídias Sociais.

É importante lembrar que o consultor não executa tarefas, ele orienta a maneira como essas tarefas devem ser executadas e traça as diretrizes estratégicas para que essas tarefas obtenham bons resultados. Ressalto isso porque é muito comum acontecer essa confusão.

Veja um exemplo não menos comum: a produção de conteúdo. O Consultor de Marketing Digital pode traçar a estratégia de conteúdo, criar pautas, estudar termos mais buscados, delimitar frequência e responsáveis, além de determinar a temática da comunicação em cada canal social. Mas não é ele quem escreve e publica o conteúdo. Para isso, ele, o consultor, atua em parceria com fornecedores focados nessa tarefa ou orienta e capacita o time do cliente para essa função.

Outro ponto importante que devo ressaltar é que, apesar de o consultor sempre sugerir, ele não deve ser aquela pessoa que vai até a empresa somente para conversar, vez ou outra. É preciso estar presente e próximo ao cliente. O consultor não pode tomar o lugar do gestor, colocar a mão na massa ou “atravessar” o samba, ou, melhor, o organograma das empresas. Até por uma questão ética! Agora, isso não é desculpa para não se envolver! Sem se envolver na construção de uma parceria que é feita sempre a pelo menos quatro mãos (cliente e consultor), fica sem base sólida para seguir em frente!repica christian louboutin simple pump louboutin reviews red sole christian louboutin copy

14 de setembro de 2015